maio 2019 – CĂąmara Municipal de Paraguaçu

Arquivo mensal maio 2019

porederpcu

PARLAMENTO JOVEM DE MINAS 2019

PARLAMENTO JOVEM E MINAS
TEMA: DISCRIMINAÇÃO ÉTNICO-RACIAL

O PJ 2019 em Paraguaçu estĂĄ a todo vapor. Ontem, dia 30 de maio, os estudantes fizeram um exercĂ­cio de escolha dos possĂ­veis representantes de Paraguaçu na etapa estadual do projeto. Cada estudante teve trĂȘs minutos para dizer porque merecia representar nossa cidade e ao final uma votação entre os prĂłprios estudantes decidiu os cinco que poderĂŁo ir Ă  Belo Horizonte para participar da plenĂĄria estadual do PJ. Foi tambĂ©m um momento dos jovens exercitarem a oratĂłria e decidirem, de forma democrĂĄtica, o processo e critĂ©rios para a votação.

JĂĄ na tarde de hoje, os alunos tiveram uma roda de conversa com o padre Gladstone, representante do catolicismo, e da professora Raquel, representante do espiritismo. O objetivo do encontro foi debater com os religiosos o terceiro subtema do projeto: “Direito Ă s identidades e Ă  diversidade cultural”.

#ParlamentoJovemdeMinas
#MaisJovensNaPolĂ­tica

porederpcu

CÂMARA ABRE MÃO DE PARTE DO SEU ORÇAMENTO PARA QUE MUNICÍPIO INSTALE CÂMERAS DE SEGURANÇA DO PROJETO OLHO VIVO

A segurança pĂșblica foi o centro das discussĂ”es de um encontro realizado na sede da Prefeitura na tarde do Ășltimo dia 17 de maio. AlĂ©m do prefeito JosĂ© TibĂșrcio do Prado Neto, outras nove pessoas participaram da reuniĂŁo, que debateu a possibilidade de inserir Paraguaçu no projeto Olho Vivo, em que um sistema de videomonitoramento urbano complementa e aprimora as açÔes de segurança no municĂ­pio e, possivelmente, as integra Ă s de outras cidades da regiĂŁo.

A ideia inicial Ă© que sejam instaladas atĂ© 17 cĂąmeras, que estariam encarregadas de fazer dois tipos de monitoramento — um voltado a registrar a movimentação nas ruas do perĂ­metro urbano e outro destinado a captar as placas dos veĂ­culos que transitam nas saĂ­das da cidade com a rodovia BR-491. O controle estaria sob a alçada das polĂ­cias Civil e Militar.

Para viabilizar a iniciativa, o encontro firmou uma espécie de trato por meio do qual a Cùmara abre mão de parte de seu orçamento e a transfere ao Executivo para o custeio dos equipamentos. O valor acordado foi de R$ 200 mil, dinheiro que jå no dia 22 de maio acabou oficialmente encaminhado ao caixa da Prefeitura.

Tomaram parte no encontro o presidente da CĂąmara Municipal, AndrĂ© RomĂŁo Nasser; JĂșlio CĂ©sar Silva Costa e Henrique Moterani Rocha, assessor jurĂ­dico e controlador interno da CĂąmara; ClĂĄudia Prado Fressato Rocha, procuradora-geral do municĂ­pio; Paulo Henrique Inoue, presidente do Consep (Conselho ComunitĂĄrio de Segurança PĂșblica de Paraguaçu); tenente Marcelo Elias, comandante da PolĂ­cia Militar em Paraguaçu; Bruno Esteves Costa, delegado da PolĂ­cia Civil; Amanda Vieira Freitas Bressane, analista do MinistĂ©rio PĂșblico; e JoĂŁo Luiz Presciliano, empresĂĄrio do ramo de segurança eletrĂŽnica.