Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Rua(obrigatório)

Bairro (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Você pode enviar uma foto

     
Visualizar Perfil
André Nasser
ANDRÉ ROMÃO NASSER
PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Carlos Tourinho
CARLOS ALBERTO PRADO
PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro
Carlos Alberto Prado, mais conhecido por Carlos Tourinho, nasceu em Paraguaçu no dia 8 de fevereiro de 1965, filho de Jose Geraldo Prado e Maria Aparecida Prado. Em 1971, iniciou seu curso primário no Grupo Escolar Pedro Leite, transferindo-se para o Juvenato do Sagrado Coração de Jesus, na condição de semi-interno, para a conclusão da quinta a oitava série. Prestou o serviço militar para o Exército em Três Corações, na unidade da Escola de Sargento das Armas, em 1984. Em 1992, casou-se com Lidia Moreira da Silva, filha de José Moreira da Silva e Tereza Cândida de Jesus. Sua primeira filha, Jéssica Cristina Silva Prado, nasceu em 17 de agosto de 1993. Em 1999, nasceu seu filho Pedro Augusto Silva Prado, no dia 9 de julho. Em 2001, candidatando-se pelo PFL, elegeu-se vereador com 322 votos, na época em que Evandro Barbosa Bueno comandava a Prefeitura, sendo seu vice José Geraldo Prado ( Zé Tourinho). Candidatou-se novamente em 2004, conseguindo eleger-se pelo PSL com a contagem de 202 votos. Mas ficando na suplência. Contando com sua grande popularidade, candidatou-se à câmara em 2008, conseguindo eleger-se pelo PSC com a contagem 278 votos, mas ficando mais uma vez na suplência. Em fevereiro de 2009 foi contratado pela Prefeitura de Paraguaçu para exercer a função de chefe de divisão de Meio Ambiente, sendo eleito em segunda votação presidente do Codema (Conselho Municipal de Meio Ambiente) pelo mandato de dois anos, na época em que Gantus Nasser comandava a Prefeitura, sendo seu vice Mauro Nasser (Maurinho). Voltou a estudar em 2010, diplomando-se pelo Centro Superior de Ensino e Pesquisa de Machado com o título de habilitação profissional de Química, como Tecnólogo em Gestão e Perito Ambiental, em 2012 passou a trabalhar na função de balconista da Drogaria Americana. Em 2013 passou a Trabalhar na função de balconista na Drogaria e Farmácia Viva Farma onde permanece até nos dias de hoje. Candidatou-Se novamente em 2016 conseguindo eleger-se pelo PMDB com a contagem de 271 votos. No dia três de fevereiro de 2017, sua filha Jéssica Cristina Silva Prado formou-Se em Psicologia.
Visualizar Perfil
Claudiney Teté
CLAUDINEY GONÇALVES CAMARGO
PSC – Partido Social Cristão

(35)84458044
Claudiney Gonçalves Camargo, mais conhecido por Teté, nascido em 30 de Novembro de 1973 , natural de Paraguaçu, filho de Luis Camargo e Maria Auxiliadora Gonçalves Camargo, atualmente é casado com Adriana Gonçalves Alves Camargo pai de 2 filhas, Jessica Gonçalves Camargo e Geisiane Gonçalves Camargo, estudou na sua infância na Escola Municipal Alfredo Galdino e começou a trabalhar de lavrador na Ipanema Agro Indústria aos 14 anos de idade, posteriormente trabalhou na Empresa Paraguaçu Têxtil, onde ficou por 6 anos, em seguida trabalhou na cidade vizinha de Elói Mendes na Empresa Souza Campos como tecelão. No dia 13 de Outubro de 2000 deparou-se com uma situação (Uma mulher estava chorando na rua, precisando de doadores de sangue para seu filho que estava hospitalizado devido a um acidente, eram 14:00 hrs e a mulher não havia conseguido encontrar nenhum doador desde a manhã daquele dia e então Teté se comoveu-se e saiu a procura de doadores, conseguiu 20) que posteriormente o levaria a desenvolver um trabalho social voluntário, formando um grupo de doadores de sangue denominadoGRUPO DE DOADORES DE SANGUE SALVANDO VIDA, AMOR AO PRÓXIMO, Hoje o Grupo conta com cerca de 1300 doadores, que todo o sábado se dispõem a doar um pouco de seu tempo para ajudar o próximo. Atualmente ocupa uma das 9 cadeiras do Legislativo Municipal, eleito com 582 votos nas eleições municipais de 2012; Na câmara ocupa o cargo de secretário da comissão de urbanismo e infraestrutura Municipal.
Visualizar Perfil
Cléber Vigato
CLÉBER VIGATO
PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Pastor João
JOÃO BATISTA MARCIANO
PDT – Partido Democrático Trabalhista

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
José Maria
JOSÉ MARIA RAMOS
DEM – Democratas
Presidente da Câmara Municipal
O vereador esta preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Luizinho da Samantha
LUIZ ANTONIO CORREIA
DEM – Democratas

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Marquinho Trovador
AMERICO FRANCISCO BORGES NETO
PP– Partido Progressista

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Wander do Jovino
WANDER TAVARES SANTOS
PDT – Partido Democrático Trabalhista
O vereador esta preparando sua biografia.


Primeira reunião dos vereadores mirins de Paraguaçu discute problemas como abandono de animais e má iluminação na cidade

Postado por: Assessoria de Imprensa


CÂMARA MIRIM

geral 136
Os primeiros vereadores mirins da história de Paraguaçu tiveram sua primeira reunião oficial. O encontro aconteceu no último dia 29 de maio, quando o plenário do Legislativo municipal ganhou uma face mais jovem. Os pequenos edis discutiram diversos problemas bastante conhecidos dos paraguaçuenses, numa dinâmica que revelou o preparo dos estudantes eleitos para representar seus colegas.

A reunião foi aberta com um pronunciamento na tribuna livre do ex-vereador e atual secretário municipal de Esportes e Lazer, Sydney Paulo da Silva. Valendo-se de sua experiência política, principalmente como vereador por dois mandatos, e também de sua vivência como professor, Cidão explicou questões relacionadas à administração pública e ao funcionamento dos poderes municipais, além de transmitir uma saudação aos jovens.

“Esse trabalho de vocês é um aprendizado. Quando tinha a idade de vocês, eu não tive a oportunidade nem de assistir a uma reunião na Câmara, porque o nosso processo democrático ainda estava suspenso. Não existia democracia, era uma ditadura. Além de não ter liberdade, a gente também não tinha oportunidade. E hoje vocês estão tendo. Essa experiência que vão passar aqui durante esse ano legislativo é importante, não só para a vida de vocês, mas para mostrar que os jovens têm opinião e vão entender como é feito o trabalho legislativo”, ponderou Cidão.

DEBATE PRODUTIVO
Na sequência, os mirins apontaram problemas que eles identificaram na cidade, como a iluminação deficiente no trevo de Machado e a ausência de um canil em boas condições para acolher animais de rua. Bastante participativos, eles também reivindicaram avanços como a instalação de uma academia ao ar livre em Paraguaçu, a criação de um centro de zoonoses e a cobertura da quadra esportiva do distrito de Guaipava.

“Se a norma federal dispôs que os animais são sujeitos de direito, é obrigação da autoridade local fazer cumprir a lei federal que protege os animais domésticos. Indicação: construção de um canil sob a responsabilidade de um veterinário, um veículo para recolher os animais e funcionários para cuidar, além da criação de um programa de adoção com um site ou página em rede social para exibir fotos dos animais recolhidos”,

argumentou Caíque Silva Mateus, estudante do distrito de Guaipava.

“Muita gente sabe que esse negócio de soltar animais em todos os lugares dá multa e pena. Aí eles vão para a zona rural para soltar. Lá perto de casa mesmo já soltaram quatro cachorros. Tivemos que doar alguns, porque não tem como ficar criando”, complementou.

Na esteira da fala de Caíque, a jovem Lorraine Xavier Silva avançou o debate sobre o caso dos animais.

“Antes da concretização deste canil, eu vejo que é extremamente necessária uma campanha de conscientização. É uma forma de evitar o aumento de animais nas ruas, conscientizando as pessoas da importância de castrar seus bichinhos e de respeitá-los, evitando o abandono, e com isso dando a impressão de uma cidade limpa e bem cuidada. A campanha de conscientização é importante devido ao caráter humano e social”, afirmou.

Em outro tópico da discussão, as vereadoras mirins Marília Gabriela Oliveira, Lara Borim e Nathani Pereira Dutra analisaram os riscos existentes no tráfego de veículos pela rodovia BR-491, na saída para Machado e em outros pontos mal iluminados.

“O cidadão que precisa utilizar daquela via está sujeito a assalto e outros crimes, além do risco iminente de acidente de trânsito. Lá já aconteceu muito acidente. Nesse tempo de frio a neblina cobre tudo e não dá para enxergar nada. E também quando chove está muito ruim”, disse Marília.

“Eu também acho muito bom implantar as luzes lá, porque à noite não bastam só as faixas na pista. Se aparecer algum animal, a gente pode ver de longe. Agora, sem as luzes, não dá para enxergar direito e pode causar acidentes bem graves”, reforçou Lara. “Onde eu moro também podem ocorrer acidentes, porque bem para a frente, indo para a BR, quase não tem iluminação. Com mais iluminação lá, ia ser muito melhor”, concluiu Nathani.

As indicações discutidas pelos vereadores mirins já foram encaminhadas a título de sugestão à Câmara e também aos órgãos competentes do Executivo municipal.

PROJETO INÉDITO
O projeto da Câmara Mirim teve início oficial em 2009, quando o Legislativo aprovou um projeto de lei apresentado pelo vereador José Rafael de Souza. Agora em 2014 a equipe da recém-criada Escola do Legislativo, em parceria com a direção das escolas, organizou todo o processo de eleições, que movimentaram os alunos da Fundamar, Guaipava, Maria Antonieta Alvarenga, Padre Piccinini e Pedro Leite no dia 11 de abril.

De acordo com as regras do projeto, cada escola participante elegeu dois vereadores (um do sexto ou sétimo ano e outro do oitavo ou nono ano) e dois suplentes. Podiam participar alunos devidamente matriculados e com idade entre 11 e 16 anos. O processo de escolha foi feito mediante voto secreto e direto dos próprios estudantes. Ao todo, a comissão organizadora computou 1.007 votos válidos para os 89 candidatos inscritos.

Os dez jovens campeões das urnas que compõem a Câmara Mirim são Caíque Silva Mateus, Danilo Perobelli, Lorraine Xavier Silva, Maria Fernanda Alves Silva, Marília Gabriela Oliveira, Micael Aparecido Custódio, Paulo Henrique Silva, Pedro César Pimenta, Raphael Oliveira Moura e Tatiane Ferreira Leal, que eventualmente podem ser substituídos pelos suplentes, como já aconteceu na primeira sessão.

A iniciativa da Câmara Mirim visa proporcionar à comunidade espaços de discussão sobre os anseios da juventude em direção à conquista da cidadania e despertar a consciência política nos jovens, tendo como princípios a ética, a moralidade e o bem comum.

As atividades dos vereadores mirins podem ser acompanhadas por todos os canais de comunicação da Câmara: o informativo Tribuna Livre, o site www.camaradeparaguacu.mg.gov.br/escola , o programa de rádio Semana Legislativa e as transmissões das sessões ordinárias por meio da Rádio e TV Objetiva. As reuniões acontecem uma vez por mês.
Confira a galeria de fotos completa clicando aqui.


É autorizada a reprodução das notícias mediante a citação da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Paraguaçu.

Se você possui alguma crítica, elogio, dúvida, sugestão, solicitação ou reclamação, utilize a ouvidoria parlamentar .