Projeto aprovado no fim do ano passado pelos vereadores oficializa nome de creche do bairro Dona Zilda – C√Ęmara Municipal de Paragua√ßu

Projeto aprovado no fim do ano passado pelos vereadores oficializa nome de creche do bairro Dona Zilda

porederpcu

Projeto aprovado no fim do ano passado pelos vereadores oficializa nome de creche do bairro Dona Zilda


Carlinhos na memória

Uma das grandes figuras da educa√ß√£o paragua√ßuense teve sua mem√≥ria reconhecida e homenageada pela C√Ęmara ainda no ano passado. Um projeto de lei aprovado pelos vereadores oficializou o nome de um not√°vel professor para a creche em constru√ß√£o no bairro Dona Zilda.
De autoria do vereador Professor Rafael, o projeto de lei 041/2016 foi aprovado por unanimidade em plen√°rio na sess√£o do √ļltimo dia 20 de dezembro. A mat√©ria d√° nome de Centro Municipal de Educa√ß√£o Infantil Professor Carlinhos √† creche em constru√ß√£o no bairro Dona Zilda.
Durante a votação, o autor da proposta salientou ter sido companheiro de Professor Carlinhos nos campos profissional e político, destacando que o homenageado fez da educação a sua vida e merece a reverência.
Joaquim Bocudo também relembrou passagens em que esteve junto a Professor Carlinhos, como vereador entre 2001 e 2004, afirmando que uma pessoa competente e caridosa como ele merece a homenagem.
Jos√© Maria Ramos tamb√©m destacou a parceria com Professor Carlinhos no Legislativo, acrescentando que ele teve ainda participa√ß√Ķes importantes em movimentos cat√≥licos e no Lions Club local.

 

TRAJET√ďRIA MARCANTE
Francisco Carlos de Oliveira começou a trabalhar muito cedo, aos 14 anos, na Paraguaçu Têxtil. Lá permaneceu até os 22 anos, período em que conciliou o trabalho com os estudos. Foi aí que o pendor pelo magistério falou mais alto. A partir de então, sua dedicação à educação foi tão intensa que nunca mais o diminutivo Carlinhos seria mencionado sem o prenome Professor.
Ele começou a nova carreira com aulas de Ensino Religioso em colégios da zona rural. A primeira passagem em cargos de direção no Padre Piccinini aconteceu de 1992 a 1994, como vice de Irmã Nazaré. De 1994 a 1999 Carlinhos já atuou como diretor. Eleito vereador, voltou a lecionar entre 2000 e 2004, período em que também foi um atuante representante da população no Legislativo municipal. Após essa nova experiência, ele retomou a direção em 2004, função que desempenhou até a sua aposentadoria, em 2011.
Na política, integrou o grupo de fundadores do Partido dos Trabalhadores no município e foi um dos responsáveis por abrir espaço para as demandas de esquerda na política local. Em 1988, junto do companheiro José Roberto Tomé, concorreu à prefeitura numa chapa pura do partido. As urnas não lhes deram a vitória, mas começava ali uma trajetória bem-sucedida de uma corrente ideológica renovadora no município.
J√° aposentado e com a miss√£o cumprida na maior escola da cidade, Carlinhos n√£o parou de exercer o esp√≠rito p√ļblico que lhe marcava a personalidade. Em janeiro de 2013, ele passou a atuar como secret√°rio municipal de Desenvolvimento Econ√īmico. No ano anterior, o professor e diretor que conduziu o ensino de milhares de alunos de Paragua√ßu havia recebido a Medalha do M√©rito Legislativo da C√Ęmara por indica√ß√£o do ent√£o vereador e companheiro de longa data Sydney Paulo da Silva.
Foi a √ļltima homenagem direcionada ao professor simp√°tico, honesto e idealista. Carlinhos veio a falecer em 3 de junho de 2013, aos 56 anos de idade, quando se encaminhava para a cidade paulista de Ribeir√£o Preto, onde se submeteria a tratamentos cl√≠nicos.


Sobre o Autor

ederpcu administrator

Deixe uma resposta