Seu nome (obrigatório)

Seu e-mail (obrigatório)

Rua(obrigatório)

Bairro (obrigatório)

Assunto

Sua mensagem

Você pode enviar uma foto

     
Visualizar Perfil
André Nasser
ANDRÉ ROMÃO NASSER
PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Carlos Tourinho
CARLOS ALBERTO PRADO
PMDB – Partido do Movimento Democrático Brasileiro
Carlos Alberto Prado, mais conhecido por Carlos Tourinho, nasceu em Paraguaçu no dia 8 de fevereiro de 1965, filho de Jose Geraldo Prado e Maria Aparecida Prado. Em 1971, iniciou seu curso primário no Grupo Escolar Pedro Leite, transferindo-se para o Juvenato do Sagrado Coração de Jesus, na condição de semi-interno, para a conclusão da quinta a oitava série. Prestou o serviço militar para o Exército em Três Corações, na unidade da Escola de Sargento das Armas, em 1984. Em 1992, casou-se com Lidia Moreira da Silva, filha de José Moreira da Silva e Tereza Cândida de Jesus. Sua primeira filha, Jéssica Cristina Silva Prado, nasceu em 17 de agosto de 1993. Em 1999, nasceu seu filho Pedro Augusto Silva Prado, no dia 9 de julho. Em 2001, candidatando-se pelo PFL, elegeu-se vereador com 322 votos, na época em que Evandro Barbosa Bueno comandava a Prefeitura, sendo seu vice José Geraldo Prado ( Zé Tourinho). Candidatou-se novamente em 2004, conseguindo eleger-se pelo PSL com a contagem de 202 votos. Mas ficando na suplência. Contando com sua grande popularidade, candidatou-se à câmara em 2008, conseguindo eleger-se pelo PSC com a contagem 278 votos, mas ficando mais uma vez na suplência. Em fevereiro de 2009 foi contratado pela Prefeitura de Paraguaçu para exercer a função de chefe de divisão de Meio Ambiente, sendo eleito em segunda votação presidente do Codema (Conselho Municipal de Meio Ambiente) pelo mandato de dois anos, na época em que Gantus Nasser comandava a Prefeitura, sendo seu vice Mauro Nasser (Maurinho). Voltou a estudar em 2010, diplomando-se pelo Centro Superior de Ensino e Pesquisa de Machado com o título de habilitação profissional de Química, como Tecnólogo em Gestão e Perito Ambiental, em 2012 passou a trabalhar na função de balconista da Drogaria Americana. Em 2013 passou a Trabalhar na função de balconista na Drogaria e Farmácia Viva Farma onde permanece até nos dias de hoje. Candidatou-Se novamente em 2016 conseguindo eleger-se pelo PMDB com a contagem de 271 votos. No dia três de fevereiro de 2017, sua filha Jéssica Cristina Silva Prado formou-Se em Psicologia.
Visualizar Perfil
Claudiney Teté
CLAUDINEY GONÇALVES CAMARGO
PSC – Partido Social Cristão

(35)84458044
Claudiney Gonçalves Camargo, mais conhecido por Teté, nascido em 30 de Novembro de 1973 , natural de Paraguaçu, filho de Luis Camargo e Maria Auxiliadora Gonçalves Camargo, atualmente é casado com Adriana Gonçalves Alves Camargo pai de 2 filhas, Jessica Gonçalves Camargo e Geisiane Gonçalves Camargo, estudou na sua infância na Escola Municipal Alfredo Galdino e começou a trabalhar de lavrador na Ipanema Agro Indústria aos 14 anos de idade, posteriormente trabalhou na Empresa Paraguaçu Têxtil, onde ficou por 6 anos, em seguida trabalhou na cidade vizinha de Elói Mendes na Empresa Souza Campos como tecelão. No dia 13 de Outubro de 2000 deparou-se com uma situação (Uma mulher estava chorando na rua, precisando de doadores de sangue para seu filho que estava hospitalizado devido a um acidente, eram 14:00 hrs e a mulher não havia conseguido encontrar nenhum doador desde a manhã daquele dia e então Teté se comoveu-se e saiu a procura de doadores, conseguiu 20) que posteriormente o levaria a desenvolver um trabalho social voluntário, formando um grupo de doadores de sangue denominadoGRUPO DE DOADORES DE SANGUE SALVANDO VIDA, AMOR AO PRÓXIMO, Hoje o Grupo conta com cerca de 1300 doadores, que todo o sábado se dispõem a doar um pouco de seu tempo para ajudar o próximo. Atualmente ocupa uma das 9 cadeiras do Legislativo Municipal, eleito com 582 votos nas eleições municipais de 2012; Na câmara ocupa o cargo de secretário da comissão de urbanismo e infraestrutura Municipal.
Visualizar Perfil
Cléber Vigato
CLÉBER VIGATO
PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Pastor João
JOÃO BATISTA MARCIANO
PDT – Partido Democrático Trabalhista

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
José Maria
JOSÉ MARIA RAMOS
DEM – Democratas
Presidente da Câmara Municipal
O vereador esta preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Luizinho da Samantha
LUIZ ANTONIO CORREIA
DEM – Democratas

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Marquinho Trovador
AMERICO FRANCISCO BORGES NETO
PP– Partido Progressista

O vereador está preparando sua biografia.
Visualizar Perfil
Wander do Jovino
WANDER TAVARES SANTOS
PDT – Partido Democrático Trabalhista
O vereador esta preparando sua biografia.


Sessão solene da Câmara marca entrega da Medalha do Mérito Legislativo a Irmãs da Providência de Gap

Postado por: Assessoria de Imprensa


HOMENAGEM

Em sessão solene realizada na noite de 22 de setembro, a Câmara de Paraguaçu concedeu a Medalha do Mérito Legislativo às Irmãs da Providência de Gap. Representantes de uma ordem ligada à Igreja Católica, elas passaram 76 anos realizando trabalhos religiosos, educativos e assistenciais em Paraguaçu, mas no último mês de março concluíram sua missão por aqui e partiram para outras cidades.

A sessão contou com a presença dos vereadores José Maria Ramos e Luizinho da Samantha, do prefeito José Tibúrcio do Prado Neto, do seminarista Douglas Ribeiro, que representou as duas paróquias católicas locais, além de muitos profissionais do ramo da educação e cidadãos em geral.

A ideia da homenagem foi firmada pela Mesa Diretora da Câmara, que elaborou o projeto de decreto legislativo 002/2017. A matéria foi aprovada por unanimidade em plenário no último dia 26 de junho. Instituída como honraria municipal em abril de 2006, a Medalha do Mérito Legislativo da Câmara de Paraguaçu reconhece o valor e o mérito de pessoas e instituições que venham a se destacar na prestação de serviços à comunidade paraguaçuense.

A SESSÃO

Encarregado do discurso de abertura, o presidente da Câmara José Maria Ramos destacou que a homenagem é um voto de agradecimento do município. “Os vereadores entenderam que o trabalho e o exemplo das Irmãs da Providência merecem não apenas ser reconhecidos, como eternizados na memória paraguaçuense. Foram 76 anos de dedicação ao povo de Paraguaçu, às nossas causas, às nossas questões, ao nosso desenvolvimento espiritual e material. Portanto, a medalha que a Câmara entrega às Irmãs é, acima de tudo, um símbolo de gratidão”.

O prefeito Netinho reforçou o tom de agradecimento às Irmãs, observando o papel primordial desempenhado por elas na educação de várias gerações de paraguaçuenses.

“Nada mais justo do que fazer um agradecimento a esta instituição de coração. Em nome da comunidade de Paraguaçu, nós agradecemos. O nosso muito obrigado por tudo que fizeram na parte da educação, do ensino religioso e da assistência social, que foi fundamental e faz parte da filosofia dessa congregação. O nosso muito obrigado às Irmãs”.

Para o seminarista Douglas Ribeiro Lima e para o vereador Luizinho da Samantha, o trabalho das Irmãs é inspirador e deixará marcas para sempre em Paraguaçu, avaliação que encontrou eco nas palavras da ex-aluna Maria Helena Junqueira Santos.

“Nesta merecida homenagem, não poderíamos deixar de mencionar a importância das Irmãs da Providência entre nós. Tantos anos aqui em Paraguaçu e região, cuidando da educação de jovens e crianças. Foram décadas de dedicação. Formaram gerações e gerações de bons professores, com bases sólidas de uma educação de qualidade, pautada na moral e na ética, semeando sementes de esperança e dedicação. Devemos o conhecimento que temos a elas”,
afirmou Maria Helena.

Também se pronunciaram o professor Itamar Rodrigues Araújo, em nome da Academia Paraguaçuense de Letras, e José Roberto Tomé, diretor da Escola Estadual Padre Piccinini. Ambos retomaram episódios relacionados às Irmãs e enfatizaram sua contribuição para o engrandecimento cultural e educacional dos paraguaçuenses.

DAS IRMÃS

Ao fim dos discursos, o presidente da Câmara entregou a Medalha do Mérito Legislativo à superior provincial de Itajubá, Irmã Terezinha de Barros, que veio a Paraguaçu acompanhada das irmãs Laurinda e Rosa. Ela manifestou a satisfação em receber a homenagem e em ter podido participar de uma etapa importante da história do nosso município. “Este é um momento sagrado e bonito, em que o céu se encontra com a Terra nesta caminhada de 76 anos em Paraguaçu. Uma história construída de muitas mãos, de muitos corações. Uma história marcada de tantos sinais de alegrias, de encontros, de relacionamentos, de esperanças, de desafios e de sonhos também. Nosso coração é invadido de muita gratidão”, salientou Irmã Terezinha.

Hoje residente em Itajubá, a conterrânea Irmã Rosa Maria Órfão fez questão de pontuar sua ligação com a terra natal e o orgulho em perceber como Paraguaçu valoriza a educação e a cultura.

“Estar aqui é uma alegria e essa alegria vem misturada com orgulho. Como filha de Paraguaçu, como ex-aluna das Irmãs aqui do Instituto São José, foi lá que a minha vocação nasceu. E hoje, ao viver esse momento de gratidão do povo da minha terra, meu coração se enche de orgulho de saber que eu sou de uma terra onde a gratidão e a delicadeza existem. Eu estou feliz, mas estou orgulhosa de ser paraguaçuense, de ser da terra do marolo”.

TRAJETÓRIA EM PARAGUAÇU

O grupo homenageado partiu de um ideal cultivado e colocado em prática inicialmente na França pelo sacerdote diocesano João Martinho Moye. Mas Paraguaçu teve o privilégio de ser escolhida pelas Irmãs da Providência de Gap já em 1941. Durante 76 anos, elas participaram ativamente em trabalhos de natureza não somente religiosa, mas educacional e assistencial.

Em seus últimos anos em Paraguaçu, as irmãs dedicavam-se, entre outras missões, às equipes de Nossa Senhora, aos retiros espirituais, à Pastoral Carcerária (com visitas semanais à cadeia pública e às famílias dos presos) e aos primeiros passos do grupo Amor Exigente. Na memória coletiva local, seu grande legado no município está ligado ao setor educacional, com a fundação do antigo Instituto São José e a administração dos primeiros passos da Escola Estadual Padre Piccinini.

A decisão de encerrar as atividades em Paraguaçu foi parte da estratégia da própria congregação, que tem missões em sete países (Benin, Brasil, Espanha, França, Haiti, Índia e México) e em diversos municípios brasileiros.

16ª HOMENAGEM

A medalha concedida às Irmãs da Providência é a 16ª desde a criação da homenagem. Até então a honraria havia sido concedida a Américo Freitas de Jesus, Eric de Oliveira, Pedro Quintino Prado, Guy Teixeira Camargo, Evandro Barbosa Bueno, Carlos Melles, Silvio Sepini, Maria de Lourdes Silva Prado, Maria do Carmo Bueno, José Hermano Prado, Guilherme Prado, Francisco Cambraia da Silva, Haroldo Gonçalves Pereira, Francisco Carlos de Oliveira e Rosana Aparecida Selicani Magalhães.

 


É autorizada a reprodução das notícias mediante a citação da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Paraguaçu.

Se você possui alguma crítica, elogio, dúvida, sugestão, solicitação ou reclamação, utilize a ouvidoria parlamentar .