Cerim̫nia na C̢mara anuncia vencedores da quarta edi̤̣o do Festival Cultural de Paragua̤u РC̢mara Municipal de Paragua̤u

Cerimônia na Câmara anuncia vencedores da quarta edição do Festival Cultural de Paraguaçu

porederpcu

Cerimônia na Câmara anuncia vencedores da quarta edição do Festival Cultural de Paraguaçu


CULTURA

Definitivamente não faltam jovens talentos em Paraguaçu. E alguns deles foram celebrados na noite de 30 de novembro, quando o auditório da Câmara ficou lotado para a cerimônia de premiação da quarta edição do Festival Cultural de Paraguaçu.

Além de entregar troféus, medalhas e brindes aos alunos campeões dos três concursos do festival (desenho, poesia e redação, todos orientados pelo tema “Com as letras posso voar: 30 anos da Constituição Federal e 20 anos da Academia Paraguaçuense de Letras), o evento abriu espaço para apresentações artísticas e outras duas premiações de competições correlatas: o concurso interno de trovas da Escola Estadual Pedro Leite e o concurso “Ilustrando as Antonietas”, da Escola Municipal Maria Antonieta Alvarenga.

Em meio ao anúncio dos vencedores, o plenário da Câmara acompanhou a passagem brilhante do Coral Allegro Cantante, que encantou o público cantando três canções populares, de uma roda de capoeira do Grupo Negro Arte e de um esquete teatral da Companhia de Teatro Araticum para já apresentar o tema a ser trabalhado na quinta edição do festival, em 2019.

O Festival Cultural é realizado em parceria pela Academia Paraguaçuense de Letras, Associação Cultural de Paraguaçu e Escola do Legislativo da Câmara de Paraguaçu. A sequência dos estudantes premiados segue abaixo.

CONCURSO DE POESIA


Categoria 1
1ª) Nathalia Marques Vezenhassi, do sétimo ano da Escola Estadual Pedro Leite
2ª) Sara Vitória Reis, do oitavo ano da Escola Municipal Maria Antonieta Alvarenga
3ª) Isabela de Fátima Luiz, do sétimo ano da Escola Estadual Pedro Leite

Categoria 2
1º) Vinícius Oliveira Tavares, do nono ano do CBS Objetivo
2ª) Bianca Maria Barbosa Vieira, do nono ano da Escola Estadual Pedro Leite
3º) Breno Junqueira Megale Viana, do nono ano do Cefa

CONCURSO DE REDAÇÃO


Categoria 1
1ª) Maria Fernanda Lima Viana, do oitavo ano da Escola Estadual Pedro Leite
2ª) Laura Prado Dias, do oitavo ano do Cefa
3ª) Manoelly Araújo Custódio Silva, do sétimo ano da Escola Estadual Pedro Leite

Categoria 2
1ª) Julia Aparecida Farias, do primeiro ano médio da Escola Estadual Padre Piccinini
2ª) Alice de Castilho Mendes, do nono ano da Escola Estadual Pedro Leite
3ª) Raissa Aparecida Oliveira, do nono ano da Escola Estadual Pedro Leite

CONCURSO DE DESENHO

Categoria 1
1ª) Micaelly Raiani Lemos Caetano, do oitavo ano da Escola Estadual Pedro Leite
2ª) Maria Fernanda Lima Viana, do oitavo ano da Escola Estadual Pedro Leite
3ª) Amanda Silva Mencarelli, do oitavo ano da Escola Estadual Pedro Leite

 

Categoria 2
1ª) Beatriz Prado Fressato, do nono ano da Escola Estadual Pedro Leite
2º) Flagner Aparecido de Palma, do primeiro ano médio da Escola Estadual Padre Piccinini
3º) João Gabriel Ribeiro Claudino, do nono ano da Escola Estadual Pedro Leite

TROVAS NO PEDRO LEITE


Por ação principalmente da professora e acadêmica Ana Carolina Bastos Órfão, os alunos do Pedro Leite trabalham a elaboração de trovas nas aulas de Língua Portuguesa.

O Festival Cultural promoveu junto à escola um concurso interno que apontou três vencedoras, cujas trovas foram posteriormente submetidas a um concurso estadual realizado pela UBT (União Brasileira de Trovadores). E não é que deu certo? As meninas paraguaçuenses vão receber prêmios também em Belo Horizonte nos dias 8 e 9 de dezembro, hoje e amanhã. São elas:

Grazielly Santos Castilho, do sétimo ano
Leandra Alice Marques Gonçalves, do nono ano
Thaís da Silva Clemente, do oitavo ano

UMA CARA PARA AS ANTONIETAS

Já na Escola Municipal Maria Antonieta Alvarenga um projeto vem estabelecendo uma iniciativa muito interessante entre os alunos nos últimos anos. Uma moeda interna, a Antonieta, permite que os estudantes simulem determinadas transações e tenham uma consciência financeira mais apurada.

Agora em 2018, junto com o Festival Cultural a escola resolveu produzir as cédulas com uma identidade visual mais próxima do real. Para isso, também foi realizado um concurso interno em que os melhores desenhos dos estudantes passariam a ilustrar as notas de 1, 5, 10, 20 e 50. Os desenhistas vencedores foram:

Dhafiny Camilly Silva Alves, do quinto ano
Lorrainy Aparecida Cruz de Oliveira, do nono ano
Maria Eduarda Vilas Boas Pereira, do sétimo ano
Ana Vitória Bernardes, do quinto ano
Kaike Espírito Santo Souza, do quinto ano
Natanael de Jesus, do nono ano

Confira a galeria completa de fotos clicando aqui


Sobre o Autor

ederpcu administrator

Deixe uma resposta